Fundamentos de um Community Manager

1

Boas-vindas e Objetivos: O que é ser Community Manager?

2

Arquétipos, Brand Persona e Voice Deck

3

Exemplo prático de Arquétipos, Brand Persona e Voice Deck

4

Mudança na Jornada do Consumidor e Social Mídia

5

Definindo o arquetipo, brand persona e voice deck da sua marca

Conteúdo para Redes Sociais

6

Etapas da Jornada Unbound e camadas

7

Psicologia Humana e a Regra dos 3Hs

8

Criando conteúdo do tipo Help

9

Criando conteúdo do tipo Hub

10

Criando conteúdo sobre o que você vende

11

Criando conteudo do tipo Hero

12

Criação de post, Templates e Formatos

13

Mobile First: Criação para redes sociais nos smartphones

14

Lives em redes sociais

15

Tarefa de conteúdo para Redes Sociais

Publicação para Redes Sociais

16

Distribuição das Editorias

17

Matriz de Canais sociais e Matriz de Editorias

18

Calendário e Frequência de publicação

19

A frequência certa de publicação

20

Ferramenta para gestão de publicações

21

Estratégia de Hashtags

22

SMO – Social Media Optimization

23

Tarefa: definição das redes sociais, linhas editoriais e hashtags

Alcance e Engajamento

24

Dimensões de mídia

25

Influenciadores digitais

26

Interações nas Redes Sociais

27

Ferramentas de Automação para Instagram

28

Protocolos de SAC Social

29

Tarefa de Dimensões de Mídia e Banco de Respostas

Monitoramento e Análise

30

Métrica de Acompanhamento e Indicadores de Performance

31

Jornada Unbound, Métricas e KPIs

32

Insights de Negócio e Conteúdo

33

Ferramentas e Tipos de Monitoramento

34

Tagueamento e Classificação

35

Categorização Qualitativa

36

Categorias de Análise e Hipóteses

37

Exemplo de análise de uma marca real

38

Como criar um relatório de Mídias Sociais

39

Relatório exemplo de Mídias Sociais

40

Tarefa para definiçao de KPIs e Relatório

Gestão de Crises

41

Gestão de crises e responsabilidades do Community Manager

42

Boas práticas de gestão de crises

43

Etapas do framework de gestão de crise

44

Conclusão

Você não tem acesso a esta aula

Continue aprendendo! Junte-se e comece a impulsionar sua carreira

Categorização Qualitativa

35/44
Recursos

Categorizar significa classificar de forma qualitativa todas as ocorrências. Para classificar é importante ter níveis de categorização para organizar os dados:

  • Quem
  • Onde
  • Categoria
  • Produto/Serviço
  • Ação
  • Aspecto

Vamos ver as regras de automação, que nos permitem determinar termos para que o software tome ações imediatas cada vez que os termos ocorrem. Você define uma condição e uma ação como resposta.

Para evitar erros no seu monitoramento, considere:

  • Redundância: evite usar um termo de monitoramento que coleta as mesmas ocorrências de outro termo. Seja preciso.
  • Língua: é importante filtrar por país e usar combinações do termo global com termos no idioma desejado.
  • Combinação restrita: evite monitorar combinações de termos que fogem do modelo mental dos usuários.
  • Termos genéricos sem exclusão: seja preciso, crie regras de exclusão.

Contribuições 0

Perguntas 0

Ordenar por:

As contribuições, perguntas e respostas são vitais para aprender em comunidade. Registre-se ou faça login para participar .