Mapeamento de Valores

8/32

Leitura

OS VALORES PARA O SUCESSO

Valores são estados emocionais que, baseados em nossa própria experiência de vida,
acreditamos serem os mais importantes para buscarmos vivenciar (impulsionadores)
ou evitar (repelentes). Os valores atraentes, ou valores de prazer, são emoções como
amor, felicidade, sucesso, segurança, aventura. Estes são conhecidos como valores
finais. É importante fazermos a distinção entre valores de meio, que são apenas
“veículos” ou “instrumentos”, e valores finais, que são aqueles que direcionam todo
nosso comportamento como seres humanos.

  1. Algumas pessoas podem dizer que o que mais valorizam em suas vidas são suas
    casas. Claro que valorizam suas casas, afinal é algo importante, conseguido com
    muito custo, mas o valor que suas casas tem é apenas um meio para conseguir
    o que realmente querem. O valor final para uma pessoa que compra uma casa
    geralmente é segurança, alguns também podem tê-la como símbolo de
    sucesso.
    Da mesma forma, muitas pessoas dizem querer dinheiro. Porém, dinheiro é
    meramente um meio para um fim. Ninguém quer um monte papéis coloridos
    com números e bichos impressos. As pessoas querem o que elas associam ao
    dinheiro. Para alguns é poder, outros segurança, para alguns ainda amor.
    Portanto o segredo do sucesso é conhecer seus valores para que entenda o que
    realmente está por trás de seus desejos.

  2. Toda tomada de decisão se resume a um confronto de valores. Se você souber
    o que é mais importante para você, o que te deixa mais feliz, o que realmente
    quer da vida, então poderá tomar decisões importantes com maior
    tranquilidade, mais rapidamente com muito mais acerto.

AS CRENÇAS EM AÇÃO

Crenças é um sentimento de certeza à respeito do significado de algo. Suas crenças
determinam se você está ou não atendendo seus valores. As crenças podem tanto te
limitar quanto te dar liberdade.

  1. Crenças globais são generalizações que fazemos como: “A vida é…”, “as
    pessoas são…”, “eu sou…”.
    Imagine uma pessoa com as seguintes crenças:
    “A vida é dura”.
    “As pessoas são idiotas”.
    “Eu sou inseguro”.
    Agora confronte a outra com estas:
    “A vida é uma festa”.
    “As pessoas são interessantes”.
    “Eu sou capaz de fazer tudo, desde que me comprometa”.
    Certamente estas pessoas terão formas bem diferentes de encarar a vida.
    Poderia arriscar prever qual delas se sente mais feliz e realizada?

  2. Regras são sentenças condicionais do tipo: “Se X, então Y”. Elas formam seus
    filtros que julgam a realidade a todo momento e tem o poder de alterar seu
    estado de imediato.
    “Se eu ganhar 20mil por mês, então serei bem sucedido”.
    “Se eu pesar 52kg, então serei saudável”.
    “Se eu puder ir aquele show, então me sentirei feliz”.

EXERCITE SEU PODER!

Valores são extremamente importantes em nossas vidas, pois eles guiam todas nossas
decisões. A maioria das pessoas nunca parou para dar a devida atenção a eles, por isso
sugiro um exercício com seis passos para que dê a devida atenção ao que temos pela
frente. É um exercício que exige concentração e foco, mas a recompensa é
imensurável, poucas coisas no mundo são tão gratificantes quanto se tornar
absolutamente ciente do que é importante para você. Vamos lá, divirta-se e aprenda!

  1. Faça a si mesmo a seguinte pergunta: “O que é mais importante para mim na
    minha vida?”. Certifique-se de anotar os sentimentos que você busca, quais
    estados você mais valoriza, como amor, paixão, felicidade ao invés de focar em
    valores materiais como dinheiro, carreira. Se você se prender achando que
    quer carreira, por exemplo, pergunte-se então “se eu tivesse todo sucesso em
    minha carreira, o que isso me traria enfim?”. Estes são os sentimentos que
    impulsionam sua vida.
    Ex.: felicidade, amor, sucesso, saúde, inteligência, poder, evolução,
    contribuição, afeição, bom humor, etc.

  2. Reescreva-os, reordenando seus valores impulsionadores por ordem de
    importância do 1 em diante. Ex.: 1. Felicidade / 2. Sucesso

  3. Faça uma lista de todos sentimentos e emoções negativas que você mais quer
    afastar da sua vida. Pergunte-se: “O que eu faria de tudo para evitar?” ou “O
    que eu senti que não quero sentir?”. Para alguns será frustração, rejeição ou
    ainda solidão. Isso lhe ajudará a entender o que te move, pois também somos
    movidos pela dor. Somos capazes de fazer muito mais para evitar a dor do que
    em busca do prazer.
    Ex.: depressão, tédio, angústia, raiva, preocupação, frustração, tristeza, etc.

  4. Reescreva seus valores repelentes por ordem de importância, começando no
    topo por aquele que tem maior rejeição.

  5. Pergunte-se: “O que precisa acontecer para eu sentir essas emoções?”. Se ter
    saúde é uma de suas prioridades, o que precisa acontecer para que se sinta
    saudável? Para alguns não tomar remédio é se sentir saudável, para outros será
    correr uma maratona. E para você? Agora do lado oposto, se pergunte, por
    exemplo, o que precisa acontecer para se sentir fracassado? Talvez hoje você
    pense: “quando eu erro, eu me sinto fracassado”, porém o erro é algo comum
    e nos faz aprender lições, então talvez o melhor seja mudar essa regra, que tal:
    “Eu me sinto fracassado quando não aprendo uma lição”. Assim, mesmo que
    erre, sempre se dedicará a encontrar uma lição e assim nunca se sentirá
    fracassado.
    Ex.: “Eu me sinto saudável sempre que caminho 15 minutos por dia”.
    “Eu me sinto saudável quando cuido do meu corpo em um spa”.
    “Sempre que eu como frutas eu me sinto saudável”.
    “Eu me sinto entediado quando não tenho mais abrigos de crianças para
    visitar”.

  6. Nesse ponto você deverá ter descoberto algumas regras que deseja mudar.
    Quais são elas? Como poderia muda-las para viver uma vida com mais sucesso
    daqui para frente? Use os exemplos anteriores e mude suas regras, e se
    necessário, reavalie e reordene seus valores. Faça com que sentir-se bem seja
    um hábito, crie regras que lhe permitam sentir tudo de bom diariamente ou
    com bastante frequência. Habitue-se a ter o melhor da vida.
    Exemplos de regras que você poderia querer mudar:
    De: “Eu me sinto saudável só quando tomo suplementos importados”.
    Para: “Eu me sinto saudável sempre que consumo alimentos orgânicos”.
    De: “Eu me sinto seguro se nunca precisar sair à noite”.
    Para: “Eu me sinto seguro sempre que estou acompanhado”.
    De: “Eu me sinto feliz só quando consigo reunir toda minha família”.
    Para: “Eu me sinto feliz sempre que encontro algum familiar”.
    De: “Eu me sinto amada(o) só quando viajo com meu/minha companheiro(a) ”.
    Para: “Eu me sinto amado sempre que abraço meu/minha companheiro(a)” .

Contribuições 0

Perguntas 0

Ordenar por:

As contribuições, perguntas e respostas são vitais para aprender em comunidade. Registre-se ou faça login para participar .