Diferencial competitivo: entenda o que é e veja exemplos!

Quando estudamos sobre negócios e inovação, muito se fala sobre a importância do diferencial competitivo. Afinal de contas, ter um diferencial competitivo é se destacar no mercado e assumir uma posição de liderança! Mas, apesar de se tratar de um conceito relativamente simples de entender, trata-se de uma estratégia difícil de ser colocada em prática.

Como toda estratégia, é preciso entender a fundo sua teoria e conhecer exemplos que te inspirem. Mas, mais do que isso, para garantir um verdadeiro diferencial competitivo é preciso ter conhecimento do modelo de negócio, das tendências do mercado (bem como da sua forma tradicional de funcionamento) e dos consumidores.

Construir um diferencial competitivo para uma empresa ou entender aquele que seus concorrentes têm é uma atividade que depende da identificação de oportunidades e, claro, do uso consciente e intencional de boas práticas.

Quer entender melhor o que é diferencial competitivo? Nesse post vamos dar exemplos e trazer estratégias valiosas para seu negócio ou projeto!

O que é diferencial competitivo?

Diferencial competitivo é algo que posiciona uma empresa, serviço ou projeto como líder no mercado, seja por trazer um modelo de negócio mais lucrativo, uma relação mais profunda com os consumidores e suas necessidades, ou um produto inovador.

Muitas vezes o diferencial competitivo acaba por se tornar, também, uma vantagem competitiva. O que muda nesses conceitos é o foco da estratégia (mesmo que, muitas vezes, ambas possam vir a ter o mesmo resultado prático).

Enquanto o diferencial competitivo tem como principal foco a inovação e a construção de um produto, serviço ou marca únicos, a vantagem competitiva tem como foco estar à frente de um concorrente.

Assim, muitas vezes uma vantagem competitiva não precisa estar diretamente relacionada a uma melhora de produtos ou processos. Pode se tratar, por exemplo, de ter uma loja em um local estratégico, um bom sistema para encontrar talentos para uma empresa, ou algum ajuste na linha de produção.

Um diferencial de mercado, apesar de também ser responsável por fazer uma empresa ficar a frente de seus concorrentes, está mais relacionado ao pioneirismo, como veremos a seguir com os exemplos destacados.

Por que é importante se destacar no mercado?

No mundo dos negócios, a gente precisa pensar o tempo todo em como chamar a atenção do consumidor, que tem sido bombardeado com informações por todos os lados. Trata-se da chamada “crise da atenção”: com tantos anúncios, tantos produtos, tantas soluções, tanta imagem e tanta comunicação por toda a parte… Não é muito que o usuário retém.

Isso se deve a vários motivos. Muitas vezes, nosso cérebro aprende a guardar energia e não presta muita atenção naquilo que lhe parece “mais um” anúncio, produto ou serviço. Pensa aqui comigo: quando foi a última vez que você realmente assistiu um anúncio no YouTube ao invés de ficar esperando ansiosamente para pular o vídeo?

Todos nós andamos com os meios para as empresas nos atingirem nas palmas das mãos, e passamos muito tempo em seus principais canais (como as redes sociais). Mas a verdade é que, ao invés de facilitar o trabalho de quem quer atingir potenciais consumidores, muitas vezes a transformação digital gera um cansaço de telas e de publicidade.

Com isso, o consumidor se torna mais exigente: como muitas marcas falam mais ou menos a mesma coisa e usam a mesma estratégia, as pessoas passam a filtrar as informações que recebem a partir de alguns valores.

Marketeiro nenhum faz milagre e, se você não tem um diferencial competitivo, dificilmente as pessoas vão prestar atenção em sua mensagem, por mais bem trabalhadas que as comunicações e estratégias de publicidade sejam.

Para vender, é preciso inovar. E, como já dissemos algumas vezes aqui no Blog da Platzi: não inovar é ficar para trás.

Além disso, a capacidade de gerar inovação e diferencial competitivo muitas vezes é a principal diferença entre líder e chefe: ser estratégico é o que pode te tornar um profissional completo e uma grande liderança.

Exemplos de diferencial competitivo para se inspirar

Como dissemos, não basta saber a teoria. É por isso que trouxemos alguns exemplos de diferencial competitivo para te inspirar a começar a colocar a inovação em prática na sua empresa/projeto agora mesmo!

Expandir a demanda do mercado atual

Um diferencial de mercado interessante pode ser expandir a demanda atual através de inovação tecnológica. Um bom exemplo disso é a fibra de náilon da Du Pont que inicialmente foi criada como uma fibra de paraquedas, mas com o tempo a empresa descobriu uma série de novos usos para o produto criado: desde a construção de meias, até a criação dos trajes de astronautas.

Print de uma das aulas do Curso de Gestão de Marketing, em que o professor Dennis Reade fala sobre o diferencial competitivo da fibra de náilon da Du Pont.

Na aula pública de Estratégias Competitivas do Curso de Gestão de Marketing, o professor Dennis Reade conta um pouco sobre esse caso e muitos outros. Se o que você procura é inspiração para gerar seu Diferencial Competitivo, essa aula pode te ajudar bastante!

Encontrar novos canais de distribuição

Essa dica vale tanto para fomentar o awareness da sua marca pelas redes sociais e mídias digitais, quanto para encontrar novos públicos ou locais de venda.

Como exemplo nesse caso, podemos nos lembrar do Estadão ocupando o TikTok: uma marca extremamente tradicional encontrou em uma rede social descontraída uma grande oportunidade. Além de usar o canal para divulgar notícias de forma rápida e para um público mais jovem, o Estadão até mesmo criou desafios e usou Influencers como Larissa Manoela.

@estadao

Após mais um aumento nos combustíveis no último fim de semana, o presidente da #Petrobras José Mauro Coelho renunciou ao cargo. Ele foi o terceiro presidente da companhia durante o governo Bolsonaro. E a única certeza que vem dessa troca é que os preços do #combustível continuarão altos como estão. Leia a análise completa no Estadão, no link desta postagem #fypシ #fy #fyp #tiktoknotícias #tiktoknews #gasolina

♬ sonido original – El Marckel

Isso foi um diferencial competitivo tão grande em relação aos outros jornais brasileiros que muitos estão tentando compensar o tempo perdido e entrar na rede!

Criar estratégias de integração horizontal

Essa é mais um das Estratégias competitivas apresentadas na aula que indicamos acima. Dependendo do seu negócio, muitas vezes os fornecedores podem ter um poder de barganha muito grande em cima do preço de seu produto.

Nesse caso, pode ser não só um diferencial competitivo que melhore o seu produto ou serviço, mas também uma vantagem competitiva realizar uma integração horizontal.

Esquema que mostra o Supply Chain que pode ser usado para a criação de estratégias de integração horizontal para diferencial competitivo.

Um bom exemplo aqui é o McDonald’s, que revolucionou o mercado de restaurantes não só criando o conceito de fast foods, mas também através de uma estratégia imobiliária em que os imóveis dos restaurantes são propriedade da franquia. Nesse vídeo abaixo fica muito claro como o McDonald’s é muito mais que uma rede de fast food e tem a maior parte de seu valor associado ao mercado imobiliário.

Gerar novas soluções para demandas existentes

Aqui a inovação tecnológica é, mais uma vez, a palavra-chave. Trata-se de entender a demanda de um produto aliada à antecipação de uma tendência.

Dois exemplos em contextos diferentes são o Spotify e o Netflix. Ambos perceberam a tendência gerada pela transformação digital e encontraram maneiras de suprir demandas do mercado a partir de novas tecnologias.

Atacar uma fraqueza do mercado

Existem casos em que todo o mercado pode ter uma fraqueza em comum — e que sua empresa pode se tornar a melhor opção.

Um grande exemplo aqui é o Nubank, que identificou um ponto negativo comum entre todos os bancos brasileiros: a grande burocracia e as taxas incrivelmente altas cobradas. A partir disso, não só o serviço e o produto foram feitos tendo a criação desse diferencial competitivo como base, mas também a comunicação e a estratégia de marketing.

Isso fica bastante evidente quando vemos o vídeo de David Vélez contando sobre as portas giratórias e A história do Nubank.

A ideia de melhorar a experiência do consumidor não parou aí, gerando até casos como os dos Mimos WOW — um outro grande diferencial competitivo do Nubank.

Entender sua empresa através do SWOT

O SWOT é uma estratégia de análise de mercado que entende como as forças presentes nele se comportam e afetam o seu negócio. A partir desse entendimento ficam muito mais claros os pontos positivos e negativos da sua empresa e como usá-los para gerar um diferencial competitivo.

SWOT ou FOFA é um acrônimo das palavras Strenghts (forças), Weaknesses (fraquezas), Opportunities (oportunidades) e Threats (ameaças).

Esquema que ilustra a matriz SWOT, uma das estratégias usadas para a criação de diferencial competitivo.

A partir dessa matriz, você consegue ver de cima quais são os fatores internos e externos, bem como positivos e negativos, que podem estar impactando o seu negócio. Trata-se de uma lógica de otimização do seu diferencial competitivo a partir da avaliação do ambiente externo e do diagnóstico interno.

Posicionar-se com as 5 forças competitivas de Porter

Além da matriz SWOT, uma outra forma de analisar seus potenciais e fraquezas é o modelo das forças competitivas de Porter. Na aula SWOT e Forças Competitivas de Porter, o professor César Steffen explica como usar ambas as estratégias a seu favor.

Print da aula do professor Césat Steffen sobre SWOT e forças competitivas de Porter, duas estratégias para a criação de diferencial competitivo.

Aqui, vemos elementos sobre os quais já conversamos nos tópicos anteriores, como os fornecedores, por exemplo. Mas, para além dele, novos concorrentes ou até mesmo substitutos podem ser forças competitivas que te impactem.

Retomando um exemplo anterior, no modelo das forças competitivas da empresa Blockbuster, que alugava filmes, o Netflix seria um substituto: um produto com potencial de substituir aquele que a empresa oferecia (e foi exatamente o que aconteceu).

Entenda seu consumidor

Por último, mas longe de menos importante, podemos citar o estudo de seu consumidor. Esse aspecto se vê presente em todos os exemplos acima: a humanização dos negócios é cada vez mais necessária e é uma das únicas formas de garantir um real diferencial competitivo nos dias de hoje.

Sem saber o que o consumidor quer, quais são seus pontos de identificação e suas dores, como você pode oferecer algo que cubra uma demanda real do mercado?

Esse é um dos argumentos apresentados pelo professor Alberto Levy no Curso de Introdução à Criação de Startups, mas é algo que podemos observar em todos os diferentes cursos da Business School.

O consumidor deve estar no centro do seu negócio!

Conclusão

São muitos os potenciais diferenciais de uma empresa, mas nunca é demais repetir que não inovar é ficar para trás.

Para aprender a gerar diferencial competitivo, é preciso se inspirar com histórias reais, mas também estudar a fundo sobre modelos de negócio e habilidades de gestão e empreendedorismo.

Por isso, te convido a conhecer a Business School e acompanhar a Platzi aqui no blog e nas redes sociais, porque a gente tá sempre compartilhando conteúdo de qualidade para te inspirar e levar sua carreira e seu negócio para outro nível!

Postagens Relacionadas

Com a transformação digital e a importância da tecnologia no dia a dia, é cada vez mais comum se deparar com a necessidade de
Our Community comes first. Nossa Comunidade vem em primeiro lugar. Na Platzi English Academy vivemos e respiramos isso todos os dias. Quando falamos com
“Describe your family members”. A maior parte das pessoas que estão aprendendo inglês já devem ter escutado essa frase. Isso porque falar sobre elementos
Um diretor de arte tem a responsabilidade de desenvolver e preservar o estilo visual de produções de cinema e televisão, marketing, revistas, jornais, videogames