Boas vindas e introdução do curso

1

A aplicabilidade dos dados e sua importância nos dias atuais

2

Contextualização no mercado de trabalho

Conceito de Banco de Dados

3

Conceito e Tipos de Banco de Dados

4

Definição de Tabela, Campo e Registro

5

Tipos de Dados e o Campo indexador

6

Os Tipos de comandos existentes

7

Conceito de Entidade

8

Conceito e tipos de atributos

Conceito de Relacionamento

9

Conceito de Relacionamento

10

Conceito de Chave Primária, Chave Estrangeira

11

Tipos de Relacionamentos

12

Identificação dos Tipos de Relações

Inicializar a utilização do MySQL

13

Instalação do MySQL no Windows

14

Instalação do MySQL no Linux e no Mac

15

Conhecendo o ambiente do MySQL

16

Criação de Tabela e Tipos de Campos (varchar, date, char)

17

Campos incrementais e aplicação do conceito de chave primária

18

Como inserir registros na tabela criada com o comando INSERT

Alteração e Exclusão de tabelas

19

Como alterar a estrutura de uma tabela criada

20

Alterar a estrutura definindo uma chave primaria

21

Como remover tabela

A instrução Select para criar consultas

22

Definição da instrução Select e como iniciar as consultas em uma tabela

23

Utilização do Alias e classificação de registros (string e numérico)

Utilização da cláusula Where e aplicação de condições nos filtros de consulta

24

A utilização da cláusula Where e as consultas de string e valores numéricos

25

Operadores lógicos e operadores de comparação

26

Consultando intervalos numéricos com o comando BETWEEN

27

Consultando parte de uma string

Trabalhando com campo calculado e agrupamento

28

Quando utilizar a cláusula GROUP BY e como exibir o resultado de um campo calculado

29

Quando utilizar a cláusula GROUP BY e função de somatória

30

Utilização do DISTINCT

Consultando registros a partir de condições estabelecidas para um campo calculado

31

Como trazer um resultado condicional a partir de um agrupamento

32

A diferença entre as cláusulas WHERE e HAVING e como utilizá-las na mesma consulta

33

Treinando as Consultas

A Instrução DELETE e como excluir registros em uma tabela

34

Conhecendo o DELETE e como excluir os registros de uma tabela

A Instrução UPDATE e como alterar registros em uma tabela

35

Conhecendo o UPDATE e como alterar os registros de um campo da tabela

36

Como alterar os registros diretamente no Workbench

Relacionamento entre tabelas

37

Criando a estrutura do relacionamento

38

Integrando as tabelas com as chaves Primárias e Estrangeiras

39

Conceito e utilização do Inner Join

40

Conceito e utilização do Left Join

41

Conceito e utilização do Right Join

42

Conceito e utilização do Full Join

Criando consultas inteligentes

43

Consultar duas tabelas de acordo com uma condição estabelecida

44

Gerar consulta entre três tabelas, deixando os dados classificados

45

Consultar duas tabelas gerando dados a partir de um agrupamento

46

Utilização de alias e agrupamento em tabelas relacionais

Conclusões finais

47

A importância da análise e utilização dos dados em um Banco de Dados

Contextualização no mercado de trabalho

2/47
Recursos

Antes de haver bancos de dados informatizados, o trabalho de armazenar, atualizar e consultar dados era feito de forma totalmente manual com papéis que eram armazenadas em fichas organizadas segundo data, ordem alfabética ou o critério que achassem mais importante. Isso causava muitas dificuldades, pois era difícil e demorado fazer qualquer alteração no banco de dados, cada unidade de uma empresa precisaria ter uma cópia do mesmo banco e era muito mais sujeito a erros ou perda de informação, seja por equívocos ou acidentes.

Os sistemas informatizados permitiram criar bancos de acesso rápido, centralizado, que podem ser compartilhados entre várias unidades ou empresa e segurança. Isso gera maior eficiência e economia às empresas que podem ter acesso de mais fácil e dinâmico às informações que necessitam armazenar. Também permite coletar os dados para tomada de decisões estratégicas de forma muito mais simples.

Temos as seguintes áreas de atuação:

O Administrador de Banco de Dados (DBA) é responsável por toda a massa de dados da empresa, além de garantir a integridade, organização e segurança dos dados. Para ter acesso aos dados precisa da permissão do DBA (pode haver informações sigilosas)

O consultor de dados é a pessoa responsável por realizar uma solução a alguma necessidade de empresa usando informação do banco. Às vezes o DBA concede permissões importantes de acordo com a necessidade e relevância do problema.

O analista de dados observa todos os dados obtidos através de consulta e extração para tomar decisões estratégicas e levar a empresa a novos caminhos e estratégias.

Contribuições 0

Perguntas 0

Ordenar por:

As contribuições, perguntas e respostas são vitais para aprender em comunidade. Registre-se ou faça login para participar .